quinta-feira, 12 de abril de 2007

Rapidinha musindiecal


Metric é realmente bom. A voz dela é inacreditável (ela também é girita), e o ritmo falso rápido das músicas também. Outra coisa boa, que acreditem ou não faz diferença no long-run, é que não é preciso editar as músicas deles no ITunes, vêm com o nome impecável. Vantagens de serem do Canadá. As músicas brasileiras, por exemplo, vêm sempre com algum nome mal escrito ou por escrever. Diferenças culturais, curioso.

Arcade Fire também é bom, mas talvez seja mais difícil de se gostar. É daqueles grupos que não se pode pôr a música a meio para ver se se gosta. Não sei se isso é bom, se é mau, é assim. Tem de se ouvir a música do princípio ao fim, e há ali qualquer coisa que faz sentido. E o último CD deles, Neon Bible, esta muy bien.

E para las chicas, não só, mas sobretudo, Cansei de Ser Sexy. Quanto mais não seja, vale pelo nome.

Amanhã tenho um concerto de duas meninas não muito conhecidas, e que estou bastante curioso. A ver.

Indie is gooood. E Metric, joder, es de puta madre!

16 comentários:

El-Gee disse...

Metric e optimo e a Emily é das coisas boas que para ai andam nos palcos!

Ja Arcade Fire, depois de um primeiro cd brilhante, a mim desiludiram-me muito com este segundo. Estou a odiá-lo.

ze maria disse...

curiosamente, achei exactamente o contrário, gostei mais do último, mas acho que ainda lhes falta qualquer coisa para "dar o salto".

mas sim, metric é tao bom, sabes se vêm a portugal nos proximos tempos?

ze maria disse...

mas sim, acho mais certo sacarem só metric, isso é garantido que gostam, arcade fire é um bocado mais tiro no escuro!

El-Gee disse...

Nao sei de nada deles virem ca (os Metric).

Os Arcade Fire vêm. O SBSR este ano vai ser o melhor de sempre, com a vinda de INTERPOL (melhor banda dos anos 2000 logo apos The Strokes)

Arcade Fire nao acho mt dificil de gostar, alias foi um grande sucesso em todo o Mundo

tiago disse...

acho o 1º cd de arcade fire bastante melhor também, e sim, não é difícil de gostar. e musicalmente acho que não precisam de dar salto nenhum, precisam é de voltar ao 1º cd e continuar a partir daí, embora o 2º também tenha umas coisas interessantes

Lourenço disse...

eu nao sei nada sobre a discussao acerca destas bandas, mas sei que o titulo do post é quase ao nivel daqueles trocadilhos manhosos do record, ó amigo judite

ze maria disse...

ta giro o trocadilho não tá?senti-me especialmente orgulhoso, qual "Ibson Sant Laurent"

pois eu não acho que seja fácil de gostar deste cd de arcade fire, e acho que lhes falta qualquer coisa. sin embargo, gosto, mas prefiro metric.

e gosto muito de the strokes, apesar de nao achar que sejam a melhor banda deste século (apesar de n csguir dizer outro nome, mas porque não me lembro assim de repente). ja interpol n conheço muito, vou sacar e formar opiniao!

El-Gee disse...

(Quando digo "melhor banda de" quero dizer "banda que mais curto de")

tiago disse...

Correcção: "Ibson Laurent", o "sant" não vinha na página. E a maior banda do século, goste-se ou não, são sem dúvida os Rolling Stones.

ze maria disse...

tiago noto alguma rispidez, serão saudades? estávamos a falar deste século, não do século passado.

justo luís, eu por acaso comecei a ouvir mais strokes há pouco tempo, e sinceramente tenho uma relação de amor ódio: há músicas que acho brutais, mas outras não csg mesmo ouvir.

Mariana disse...

dos anos 2000...humm....voto Interpol! 5 Julho avec Scissors sisters que também merecem atenção!

Mariana disse...

comentei um minuto depois de ti zé maria...Esta internet é mesmo um sexto continente! besos

El-Gee disse...

Interpol em Lisboa está quase quase a fazer-me abdicar de uma viagem à America Central

ze maria disse...

lá estarei no SBSR, cheio de curiosidade, e espero que bem acompanhado.

tiago disse...

não há rispidez nenhuma, nem saudades descansa..."deste século" para mim são os últimos 100 anos, e não a partir de 2001, quanto ao SBSR, lá estarei contigo, portanto estarás muitíssimo bem acompanhado, abraço

ze maria disse...

não, os últimos 100 anos é uma coisa, este século é outra, e tenho pena que não tenhas saudades minhas, eu tenho saudades tuas pah!!