quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Cascão

A única coisa gira de ficar mais de 24 horas sem tomar banho é que o corpo começa a desenvolver um cheiro a modos que repugnante. No meu caso, cheiro ligeiramente menos a rosas do que é costume.

Sente-se qualquer coisa estranha no ar, confirma-se que vem de nós, inspira-se profundamente, seguindo-se um inevitável franzir dos olhos e um "eish" enojado.

E por que é que isto é giro? Porque passado um minuto volta-se a fazer exactamente a mesma coisa, como se se quisesse confirmar que o cheiro vem realmente de nós, num misto de orgulho, impavidez, curiosidade e nojo. Sobretudo orgulho. São horas e horas de divertimento garantido.

Pera lá, mas que cheiro é este?

1 comentário:

Roquette disse...

isso tá ao nivel daqueles chamados ventos vá lá na cama que,depois de os expelir,com todo o orgulho do Mundo,colmatamos com um leve abanar para cima e para baixo do lençol,edredon etc de forma a receber mos de braços/neste caso narinas abertas o vacuo e como sempre dar um adjectivo ao sucedido na maioria positivo obviamente.claro que o judice tá excluido visto nao descer do nivel do cheiro a rosas