terça-feira, 23 de janeiro de 2007

Game, set and...

Não faço questão de ver filmes quando estão na berra, por melhores que sejam. Por saber que não fogem, não sinto necessidade de ir a correr vê-los, espero que se encontrem comigo quando quiserem, pois um filme que é bom, ao contrário de outras coisas, é-lo sempre, não fica melhor por estar acabadinho de sair, não amadurece com a idade, não fica gasto com o tempo. Mesmo o argumento olha-que-este-é-daqueles-filmes-que-vale-a-pena-serem-vistos-no-cinema raramente me convenceu a ir propositadamente ver esses ditos filmes que são do caraças, mas que no cinema são-no ainda mais. do caraças, claro (permiti-me o saramaguismo).

Agora que penso nisso, as minhas idas ao cinema, de forma regular, só aconteceram quando tinha namorada, o que não deixa de ser ridículo, porque o filme não fica melhor por ser visto com alguém, a não ser que se faça outra coisa que não ver o filme, mas aí não vale a pena gastar 10 euros só para isso (uma vez, pela graça, qual brilhante na caderneta que se leva no dia a seguir para a escola para mostrar aos amigos, ainda se percebe). Pensando bem, se há programa por excelência para se fazer sozinho, é ir ao cinema. Curiosamente, quase ninguém o faz...talvez (?) por vergonha de ser visto sozinho a entrar numa sala de cinema, porque a solidão, misteriosamente, não costuma ser bom sinal.

8 comentários:

Maci disse...

Eu vou ao cinema sozinho... e gosto!

B. Me disse...

Ir ao cinema sozinho (ou sozinha, no meu caso) é a solução mais inteligente. Eu, pelo menos, quando vou ver um filme não gosto de falar nem que falem comigo.

E, se é para outras coisas a companhia... das duas uma, ou o filme é de graça ou chega-me comer as pipocas.

Numa coisa discordo, há de facto filmes que vale a pena ver no grande ecrã e não há plasma que substitua a gigante tela, o som que nos leva para o interior da acção e o "escurinho" do cinema.

Bom blog.

Miguel Costa disse...

O melhor quando vou ao cinema é ser surpreendido. Nada melhor, mesmo, que um grande filme do qual nem sabias o que esperar. Por isso é que vale a pena ir a estreias (quando ninguém te grita opiniões aos ouvidos.)
De resto é mais pelo programa - se for fazer alguma coisa antes ou depois, caso contrário opto mesmo é pelo computador (concentro-me mais, além de ser grátis, que é aquela palavra sonante...)
Mas concordo, os filmes (os bons, ou os que marcam, porque os outros é indifrente)chegam quando têm de chegar.

P.S - Quanto a estigmas, estou-me perfeitamente a cagar. Tanto já fui sozinho ao cinema, como já fui só com um amigo.

ze maria disse...

isso de ir sozinho ainda vá que nao vá, agora com um amigo...ligeiramente abichanado, ou n fosses tu um jovem da linha!

Miguel Costa disse...

Fui sozinho, quando calhou, fui só com um amigo, quando calhou.
Sem problemas. Quando fui claro que pensei que era capaz de parecer um bocadinho abichanado, mas estou muito seguro quanto à minha sexualidade e pouco preocupado com comentários (como os teus lol )para não ter cagado bem para isso.
E eu vivo em Sto Amaro de Oeiras. A linha acho que vai só até Carcavelos, lamento!

Quanto ao mail de hoje, lol, cabrão (!), confesso que se pudesse me teleportava até Coimbra! Espero que seja festão, e vai ser,apesar do manhoso do DJ..

Filipe disse...

Caro amigo Zé! Já fui bastantes vezes sozinho ao cinema, arrisco mesmo umas 30 idas,sem qualquer exagero,ate tenho os bilhetes guardados! E acrescento... gosto mais de ir sozinho q acompanhado! No entanto ja me aconteceu um episodio engraçado. Fui ver uma comedia romantica, da qual ja n me lembro o nome. Estava eu sentado na ultima fila senao quando,um belo casal se decide sentar a minha frente. Até ai tudo bem,n fosse ela talvez a minha maior panca ate aos dias de hj..acompanhada pelo namorado! Ainda hj n sei se me viu ou n,mas sempre que me lembro disso, dou comigo a pensar se ela terá ficado ,ou nao, com uma ideia estranha sobre mim. Afinal não estando eu a fazer nada q eu considere "estranho", para a maioria das pessoas ir ao cinema sozinho n é nada normal,digno mesmo de pessoas q n jogam c o baralho todo! enfim...outra curiosidade! vi um filme 3x sozinho no cinema!lol

ze maria disse...

isso é a prova provada que nunca nos conseguimos desligar daquilo que as outras pessoas pensam...isto porque estar sozinho nunca é visto como uma opção, mas como falta dela.

Pipos disse...

grande post judice...

mas já gosto pouco de pagar pra ver um filme...jamais pagarei pra ir sozinho, ir ao cinema significa programa antes ou dps, ou em ultimo caso ter alguem ao lado pra dizer piadas, msm q o filme seja o Babel e ng se ria qd sai da sala...