sexta-feira, 22 de maio de 2009

It's a comical and a slutty Hallelujah

Ana Malhoa convidada a posar nua para a Playboy

Finalmente, porra. E o porra nada tem a ver com qualquer espécie de contentamento. Quer dizer, tem um bocado, mas é pouco, residual. Digo "finalmente, porra", porque era tão óbvio, que não ter a Mamalhoa nas primeiras cinco edições da revista é simultaneamente um atestado de burrice do respectivo director e um atentado à fêmea portuguesa que pugna pela badalhoquice, espécie rara nos dias que correm. Já começava a ficar preocupado.

Obrigado, Dona Malhoa.

(Quando penso dá nisto, há três anos e meio a alertar consciências e a transmitir informação verdadeiramente importante)

1 comentário:

me disse...

verdadeirAmente importante!