terça-feira, 27 de novembro de 2007

On the smooth side



A voz desta canadiana, Leslie Feist de seu nome, consegue ser expressão do movimento do seu corpo, corpo esse, ou voz, ou corpo e voz, que assumem com a mesma facilidade uma atitude sensual e provocante ou descontraída e joyful. Esta música é da segunda...postura, a primeira virá depois. Nem sempre o segundo CD tem de ser pior que o primeiro.



Um personal favorite. Joe Dukie, a voz de Fat Freddy's Drop, aqui com Eva Be. É daquelas músicas -que são poucas- que se têm de ouvir pelo menos quatro vezes: uma pela letra, outra pela voz, outra pelo ritmo, e outra para juntar tudo.



Au Revoir Simone, uma das revelações da indie scene, composta por 3 new yorkers e 3 teclados. Apadrinhadas por David Lynch, estarão em Dezembro em Lisboa, no Santiago Alquimista.

2 comentários:

Rita disse...

Fui ontem vê-las - Au Revoir Simone - aqui em Lausanne e foi bom. Pareciam um bocado foolish, mas o básico está lá. Diria que ainda têm um longo caminho a percorrer.
A seguir vieram os Air e pronto. Tudo explicado.

ze maria disse...

concordo completamente, mas coitadinhas, com Air a seguir, por mais que se esforçassem...