quinta-feira, 2 de julho de 2009

Dark was the night



Então não possuam imediatamente este CD: originais de Arcade Fire, Beirut, Andrew Bird, Bon Iver, David Byrne, Cat Power, Dirty Projectors, Feist, José Gonzalez, Iron & Wine, The National ou Spoon - e a lista nem vai a meio. Já para não falar que o khaki e o azul ganga do CD dão um estilo descomunal à coisa. Sinceramente, nem foi pelas músicas, foi mesmo pelo khaki. E pelo azul ganga. Sempre quis ter um CD khaki. Já khaki e azul ganga, achei que era mito, nem sequer me passava pela cabeça. Minto, às vezes passava, mas sempre achei que era areia a mais para a minha discoteca.

3 comentários:

Tulis disse...

Já o tenho. Bom, mas para os nomes que o compõe, tava à espera de melhor.

Ricardo disse...

Deixo só uma nota para o que este cartaz anuncia!

Sera que sao varias bandas ao vivo?
Nao
Sera que é UMA banda ao vivo?
tambem nao

Entao o que é?

Uma Listening Party!
todos juntos a ouvir o cd...

A excessao de isso... nao tenho mais nada a dizer de mal sobre este grande cd
que ainda por cima (pralem da qualidade das bandas e do estilo que o cd tem ) it's for charity!!

rosé mari disse...

lol também reparei no pormenor da listening party, muito bom.

e chico, acho que tens razão, podia ser melhor, mas isso é um problema de gestão de expectativas: com esta quantidade de nomes "sonantes", um gajo espera uma obra prima - não o é, mas não deixa de ser muito bom.