segunda-feira, 26 de dezembro de 2005


apetece-me dizer tanta coisa, pegar no vazio que tenho cá dentro e pô-lo cá para fora, dizer o que sinto sem ter medo das consequências, mas não consigo...sinto-me pequenino. devia ser tudo tão mais fácil, tão mais simples...como nos filmes, enganamo-nos, esquecemo-nos do que temos para dizer, "corta", repetimos as vezes que seja preciso até que fique como queremos, até que fique...perfeito.

5 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
mister rávárá disse...

judas venho p este meio pedir resumidamente desculpa pela estupidez da minha parte p ctg na 5ª feira...ja pdi no outro post peço outra vez

qt a este post 1 comment...o q pa????

Lourenço disse...

o que que o ravara fez de tao mal ao judice?

Pipos disse...

qualquer coisa num jogo de lamps, secalhar não concordaram c a substituição ou isso...

ze maria disse...

"speculation is the mother of all inexistent problems"

zé maria