terça-feira, 15 de abril de 2008

Roger and Gilias



Gil pode fazer história. Teoricamente, o desafio mais difícil que se lhe colocava era o primeiro, contra Mahut, um dos cabeças-de-série da sua parte do quadro. Ora, ao comer a posição do francês - quando se elimina um cabeça-de-série, é como se se ocupasse a posição dele, supostamente vantajosa - Gil fica com o caminho aberto.

Na ronda seguinte, apanha um qualifier português, que apesar de estar em grande forma, não está tão bem como Gil.

E a seguir? Federer? "Não me digas que também vai ganhar ao Federer. Já agora, porque é que o Gil não é nº1?". A questão é que estar no quadro do Federer, nem sempre é mau, e até pode ser bom, sobretudo se for um torneio que abre a época de terra batida, como é o caso do Estoril Open. Federer veio para o Estoril para ganhar rodagem e para preparar Roland Garros, que é daqui a mais de um mês. Ora, não é de esperar que a) esteja em grande forma e b) queira ir muito longe (para gerir o esforço; antes de Roland Garros ainda há vários torneios de terra batida, como Barcelona, Roma ou Monte Carlo, bastante mais importantes que o Estoril Open).

Por isso, das duas uma: ou é eliminado por Rochus/Hanescu, algo que não seria estranho se acontecesse, ou então chega aos quartos-de-final com 2 jogos + 1 no bucho, satisfeito pela rodagem ganha. Isso quer dizer que vai perder de propósito? Claro que não, mas também, não vai estar para se chatear muito.

Como tal, Gil, se não vacilar nos oitavos-de-final, vai defrontar um Rochus/Hanescu, jogadores melhores em terra batida do que Federer nesta altura do campeonato, mas mais da league de Gil, ou então um Federer refastelado e despreocupado. Em qualquer dos casos, tem todas as condições para fazer história.

10 comentários:

tiago disse...

vai levar um tratado do roger mesmo sem este se esforçar muito, é comparar uma bicicleta a um mercedes, mas isto é só a minha opinião

Maci disse...

Todo o texto faz em relação ao Federer faz o seu sentido.

O Gil melhorou no serviço e tá mais homem a bater na bola mas mesmo assim, ganhar ao Federer, nem nos meus melhores sonhos, nem nos seus melhores dias!

Maci disse...

Todo o texto, em relação ao Federer, faz o seu sentido. (assim é que é)

Anónimo disse...

cá para mim acho que o federer nem vai precisar de tomar banho a seguir ao jogo com o gil..

abraço lourenço sm

ze maria disse...

o que quis dizer basicamente foi que estar na parte do quadro do 1º cabeça de série, nem sempre é uma coisa má, e este é um dos casos em que assim é.

Anónimo disse...

É vdd sim senhor, jose maria. E acho mm q o Gil vai fazer historia ms por ser pa i o primeiro portugues a chegar 2 vezes seguidas aos quartos de final..

Apesar de o Federer querer gerir o esforço, tb acho q n vai desperdiçar se tiver oportunidade de ganhar, e acho q esta surgirá mto naturalmente contra ao gil. Outra coisa q "joga a favor" de Federer é o facto de este ser um verdadeiro campeao e ainda n ter ganho um unico torneio este ano, portanto é capaz de tar c alguma "fome"..
Um ultimo dado estatistico a ter em conta (n c 100% de certeza ms mto la perto) é o facto de Federer nos ultimos 3 anos ter perdido apenas 6 vezes em terra batida, 5 das quais contra Nadal!

Gde abraço

Anónimo disse...

Esqueci me de assinar.. Ze Quim

Filipe disse...

Caro Zé Quim,

Permite-me uma pequena correção, o Gil o ano passado so passou a primeira ronda, perdendo c o gasquet na segunda. Em 2006 sim, atingiu os quartos de final. Quanto ao post em si, sinceramente duvido das probabilidades do gil em fazer qq coisa contra o federer.
Digo mais, o gil é bom, mas para entrar no top 100 e pouco mais, este ano parece-me importante, tive a ver e tem bastantes pontos para defender, vamos la ver como se safa. Só n percebo é pq é q continua nesta dos challengers, podia tentar uns qualyfings de uns torneios a serio, ha jogadores c o ranking dele q o fazem.

um abraço

ze maria disse...

se o federer fosse um gajo porreiro, a esta hora estaria a dizer "eu não disse!".

tiago disse...

agora sim posso dizer, sou uma autoridade no que toca ao ténis!