segunda-feira, 29 de junho de 2009

This is just a cover

Madoff condenado a 150 anos de prisão.

Um caso, de dimensões assustadoras, de milhões e milhões de dólares, foi julgado em 6 meses. Claro que ajudou muito o facto de o senhor se ter dado como culpado. Mas demorou 6 meses. Claro que o sistema processual americano não tem nada a ver com os de civil law, o nosso. Mas nem um ano demorou. Madoff foi julgado num semestre, num Erasmus de Verão. E não foi por ter demorado 6 meses que se deixou de fazer justiça sem (julgo eu) quaisquer atropelos às garantias constitucionais do senhor Bernie.

Bernie Madoff seria julgado, em Portugal, em anos. E, muito provavelmente, com uma pena esquecida e reduzida, insuficiente para demonstrar que o crime não compensa, para tranquilizar as centenas e centenas de pessoas, de famílias, burladas e, em vários casos, arruinadas. Se calhar, já está na hora de mudar qualquer coisa. Pode ser que o Saviola ajude. For the time being, Mad is off.

5 comentários:

U_bien disse...

Ingenuamente sinto que os advogados promovem o actual estado de sítio!

Please Correct me if i m "wrnog".

rosé mari disse...

Não promovem, mas contribuem na maioria das vezes para o atraso na justiça, talvez porque sabem que ela é facilmente atrasável. mas atenção, isso diz respeito apenas aos advogados de "barra" (a alguns, muitos, a maioria, talvez).

Kurtz disse...

O nome do senhor é Bernard.

rosé mari disse...

toda a razão, corrigido.

U_bien disse...

Numa visão puramente microeconómica:

Se o problema é maximizar o lucro, se o Advogado ganha exclusivamente à hora, e se o custo é uma constante. Então, se o advogado maximizar as horas estará a maximizar o lucro.

Aí está num paragrafo explicado o motivo do atraso da justiça Portuguesa.

Acho que é fácil deduzir uma conclusão válida desta visão simplista do problema....