quinta-feira, 4 de outubro de 2007

A tradição ainda é o que era



Ficha de jogo

Galistars
GR: Caetano Macedo
Tomás Cancella de Abreu
Zé Maria Júdice
Henrique Botelho
Bernardo Froes
Pipos

Los Lobos
GR: Martim Motta
Lourenço Macedo
Tiago Barreto
Chico Cancella de Abreu
Filipe Sampaio
Bernardo Pina
Kiko Machado

Golos: Henrique (1), Eu (1), Pipos (3), Tomás (1) Sampaio (2)
Assistência: Sr. Becas
Local: Polidesportivo da Ajuda
Disciplina: Nada a registar


"A TRADIÇÃO AINDA É O QUE ERA"


Era com grande expectativa que as centenas de pessoas ilegais -rectius, uns quantos ciganos- presentes no Polidesportivo da Ajuda aguardavam o início da 3ª season de confrontos Galistars - Los Lobos, quanto mais não fosse pela neblina que rodeava a composição do plantel lobito. Muitas mudanças, muitas indecisões, algo que no entanto não surpreende se tivermos em conta o desespero em que esta equipa se deve encontrar mergulhada, fruto da virgindade no que ao sabor da vitória diz respeito. Do lado dos Galistars, o mesmo plantel, a mesma tranquilidade, a mesma ambição, com uma única diferença: mais uma estrela de campeão.

A rentrée ficou marcada pela ausência do nosso querido amigo Galiano, que optou por retirar-se da equipa dos Los Lobos invocando "razões pessoais". Muito pouco para quem devia pelo menos uma exposição de motivos fundamentada a ambas as equipas. O jogo de homenagem (mais do que merecido), esse, permanece em stand-by, por ser convicção geral que o nosso amigo forcado tomou tal decisão num estado de incapacidade acidental, fruto de mais uma cornada impiedosa, pelo que assim que recuperar a lucidez ponderará com certeza a sua decisão.

Ora, chega de lamentos, e vamos ao que interessa, o jogo. Apresentando o seu polémico reforço, Filipe Sampaio, imponente central, bem como um regresso, na pessoa de Bernardo Pina, foram os Los Lobos, no habitual grito dos campeões que precede o jogo, surpreendidos com um diferente "O-O-OBRIGADO", numa clara alusão ao jantar oferecido na semana passada, tendo também como objectivo deixar bem vincado um protesto pela ausência do Nosso capitão.

Num jogo em que o favoritismo no papel pertencia à equipa dos derrotados, em primeiro lugar pelos reforços que apresentavam, e ainda devido ao facto dos Galistars terem entrado no Polidesportivo sem o sempre influente Cruzeiro, a nota dominante da primeira parte foi o equilíbrio. Os dois lados estudavam-se e decidiam a melhor forma de abordar o jogo, até que os Galistars se adiantaram no marcador, por intermédio de Henrique Botelho. No segundo tempo, o capital de esperança adquirido pelos lobitos aquando do golo do empate foi prontamente desfeito num contra-ataque, saltando os campeões novamente para a frente do marcador, posição essa que lograram manter até ao apito final, alcançando uma vitória justíssima, com contornos de goleada, por 6-2, fundamentalmente graças à solidez defensiva e ao acerto do matador Pipos, decisivo na conclusão de contra-ataques letais.

12 comentários:

KIK0 disse...

mais uma vez, e à semelhanca do que nos outros anos se passou, quer com golos, quer com presenças, n comparece o meu nome na ficha de jogo. ja nem digo nada.

ze maria disse...

sim, é perseguição à tua pessoa

Caetano disse...

Nao deixas a tua marca em campo dps acontece destas coisas... Uma pena

U_bien disse...

Com a recente profissionalização do Derby Gali vs Lobos, perdi todo o interesse pelo clássico.

Ouvi dizer que o Toñito está a procura de clube.

Pipos disse...

Só a dizer, que eu marquei 3 golos e não 4... Um dos golos foi do Tomás, quem sabe e devido à intimidade demonstrada dentro de campo, primão!

ze maria disse...

essa merda do primão qqer dia acaba em sabonete

Caetano disse...

agreed!

tom is a Gali(*) disse...

E era mauuuuuu? Quero o Inzaghi no topo da lista nos marcadores!

O-O-OBRIGADO.

PS: o De Souza Botello não volta a dar a sua parte fraca na noite lisboeta à minha frente, se não deixa de ser capitão.

KIK0 disse...

perseguiçao nao, é só paí a 3ª vez q acontece lol

El Pibe disse...

o De Souza Botelho compensou esse erro nas noites seguintes e promete voltar aos relvados a deixar perfume de futebol semelhante ao de Petkovic

Anónimo disse...

entao mas se o prob foi o gajo k eskreveu eskecer-se dum nome pk n corrige e pede desculpa?

ze maria disse...

claro q n peço desculpa. qto a correcção, já foi feita.