quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Ambição

Pessoa sem caneta é pessoa sem ambição.

5 comentários:

Anónimo disse...

ou isso ou é mulher...

Nordeste disse...

...ou esqueceu-se dela em casa.

rosé mari disse...

ou então escreve com lápis?

Anónimo disse...

Bic ou Mont Blanc

Rafa disse...

Caro rosé mari, escrevo-lhe neste post - muito sugestivo por sinal e com o qual me identifico - porque não encontrei nenhum endereço de e-mail seu. Escrevo-lhe em resposta ao seu comentário no meu blog, que desde já agradeço.
Sim, apesar de no e-mail que escrevi à ELLE ter focado 3 pontos "condenáveis", foi especificamente o uso do termo "preta" que me indignou.
Sabe, não tenho muito que me queixar da vida. Sempre estive entre as melhores alunas de qualquer turma onde tenha estado e sempre fui sociável. Salvo um outro episódio menos feliz, nunca senti nenhum tipo de discriminação. Mas como linguista que sou, sei que as palavras em si têm muita força. E contêm sempre uma carga. Ou positiva ou negativa.
E o termo preto está desde sempre associado ao insulto. Tem sido assim nos últimos cinco séculos e não podemos simplesmente ignorar um background da palavra.
Preto é insultuoso, negro não é.

Quanto ao ter publicado no blog, compreendo o que me diz. Eu só o fiz depois de ter enviado o mesmo e-mail à Elle e de ter obtido a resposta. Mas repare: o meu blog tinha uma média de 90 leitores diários. A divulgação do post esteve fora do meu alcance, visto que muita gente foi publicando o mesmo por essa Internet fora. Fico contente por ter compreendido o tom com que escrevi o artigo: construtivo. Nunca acusei nem me passou pela cabeça apontar o dedo à linha editorial da revista e nunca usei a palavra "discriminação". A única coisa que me apoquentou foi mesmo a falta de profissionalismo na redacção do artigo, por todos os pontos que foquei.

Agradeço mais uma vez o seu comentário. Tenha um excelente dia.

Rafaela